31 de março de 2014

Review #2: março

Baseada na tag do A Life Less Ordinary, com o que de melhor rolou no mês.
foto roubada do blog chat-feminino.com porque esqueci de carregar a câmera, haha
Livros: Esse mês o desafio literário foi pooooobre, li somente Tamanho Não Importa, da Meg Cabot. Me joguei de um jeito nas séries pra atualizar tudo que eu tinha, que todos os livros ficaram em segundo plano. E tive dois deslizes de compras também: Convergente, da Veronica Roth (que estou muito muito ansiosa, adoro a série) e Restos Humanos, da Elizabeth Haynes (livro NADA conhecido, mas amei a sinopse e tava com um preço lindo na Saraiva, haha).

Séries: Quem acompanha Teen Wolf como eu, também deve estar chocada e WTF com esses últimos episódios da terceira temporada, que teve a perda de dois personagens importantes e gente, na season finale eu passei o episódio inteiro CHORANDO. Faz tempo que Teen Wolf deixou de ser uma série teen, pra virar uma série foda, e faz tempo que o Scott perdeu seu lugar de principal pro Stiles, que carregou essa terceira temporada nas costas. Dylan seu lindo, nunca saia de TW ok? ♥

Filmes: Fui no cinema esperando uma porcaria de filme vendo Need for Speed, e me surpreendi. O filme é bom E engraçado e claro que o ingresso vale pelo Aaron Paul (yo, bitches!). Assisti também As Vantagens de Ser Invisível, e apesar de ter gostado, achei um pouco confuso. Achei que deveriam ter focado mais no que aconteceu com o Charlie e do porque dele ter essas recaídas, ficou meio mal explicado. Mas nada que uma lida no livro não resolva, haha.



Música: Fiquei uns bons dias amando essa música sem saber o nome/artista. NUNCA que eu ia saber que era One Republic, super diferente da outra música que eu conhecia deles (que agora esqueci o nome). Whatever, viciei. ♥

28 de março de 2014

diário de viagem: buenos aires #2

Segundo (e último, todos choram) post sobre minha viagem à Buenos Aires ♥ Como já tinha falado, deu pra aproveitar praticamente dois dias só (recomendo uma semana pra quem quiser ir e conhecer tudo e não recomendo os programas de turistas sem graça ok haha). No segundo dia, fomos ao zoológico de Luján, aquele famoso por deixar entrar e tirar foto perto dos animais. Os filhotes, vá lá, mas os grandes deu uma agonia imensa porque é óbvio que são drogados pra isso e eu como boa defensora dos animais, não curti muito. Fomos mais para conhecer porque tava incluído no pacote. Conhecemos também a Basílica de Luján, que seria como a Aparecida do Norte daqui, é a padroeira deles. E também o El Ateneo, que é um antigo teatro que agora é uma LIVRARIA LINDA E MARAVILHOSA DE QUATRO ANDARES E EU QUASE CHOREI COM A LINDEZA QUE ERA. E sério, eu poderia morar lá dentro que ia viver feliz para sempre. Dito isso, as fotos :)

querendo um desses pra mim ♥
seu elefante não teve paciência para esperar a comida
oi
ignorem a minha cara PELO AMOR DA VIDA


momento criança




posso viver aqui pra sempre? ♥


.

26 de março de 2014

a garota das cicatrizes de fogo - ricardo ragazzo

"A perspectiva real da morte nos traz, às vezes, a vida."
Sinopse: Quatro anos após ao desaparecimento da filha e a misteriosa morte da esposa, Johnny Falco recebe uma pista que pode ajudá-lo a desvendar o caso. Um homem aparece morto com as mesmas características inexplicáveis de sua mulher: O CORPO NÃO PASSA DE UM ESQUELETO COM PELE.
Seis anos após ter oitenta por cento do seu corpo queimado em um atentado, Lisa Gomez acorda em um hospital com uma incontestável diferença: TODAS AS CICATRIZES DO SEU CORPO DESAPARECERAM!
E quando o destino dos dois se cruzar na pequena cidade de Valparaíso, ambos descobrirão que as tragédias que cercam suas vidas estão muito mais interligadas do que poderiam imaginar. 



Esse livro faz parte do booktour do blog Moniitorando e chegou a minha vez de resenhá-lo :)

O livro é contado por dois narradores (protagonistas): Johnny e Lisa.
Johnny chega em casa e encontra sua esposa morta de uma forma estranhíssima: só pele e osso, como se todo o resto tivesse sido sugado dela. Pra piorar a situação, sua filha desaparece.
Aos seis anos de idade, Lisa passa pela maior tragédia da sua vida: alguém achou legal queimá-la viva. Seis anos depois, como uma milagre da vida e da medicina, ela acorda num hospital, sem cicatriz nenhuma.
Mas como as maiores tragédias de suas vidas estão interligadas?

Anos após a morte da esposa, Johnny finalmente acha uma pista quente: uma cidadezinha chamada Valparaíso, onde um homem foi encontrado morto nas mesmas condições da sua esposa. É claro que ele se agarra na esperança de achar alguma explicação (ou a sua filha desaparecida) e viaja até o local.

Fingindo ser um detetive particular, é nessa cidadezinha que ele conhece Lisa que vira testemunha (ou culpada?) de uma segunda morte. A única pista é um garoto desconhecido e estranho que fica vagando pelas ruas e acaba se envolvendo com Lisa. A partir daí, eles buscam juntos as explicações pra todos esses eventos estranhos que cercam suas vidas.

Apesar de ser um livro curtinho e eu tê-lo lido em um dia e pouco, achei meio cansativo no começo. Até que você se acostuma com o estilo de escrita do autor, parece que o livro não desenrola. Depois disso, a história te prende tanto que você não consegue parar de ler até terminar e saber o que diabos aconteceu. E o final foi ótimo, surpreendente e não pude concordar mais com a escolha! ♥
O livro tem frases e trechos maravilhoso (caderno à mão para anotações, não esqueçam, hahahaha) e os capítulos são curtinhos, o que facilita. A fonte da letra é boa, os espaçamentos também e as páginas amareladas sempre fazem meu dia mais feliz, haha.
A capa também é linda e com o título e o autor em relevo.
"Viver é isso, eu descobri. Nada mais que um acúmulo de pequenos momentos que, somados, fazem a diferença entre uma passagem feliz ou vazia."
A fofura da Gaby ♥

Editora Novo Século  ISBN: 9788542800678


Me sigam nas redes sociais: Facebook - Twitter - Instagram 

.

24 de março de 2014

desafio musical dos 250 dias #1 (1-7)

Tag que a Manu e a Débora  já estão respondendo e me inspiraram a responder também. Consiste apenas em responder cada uma das perguntas com músicas. Fácil né? O problema é ter a frequência e não ser mais uma tag esquecida da vida (que é o meu maior problema, sou a pessoa mais esquecida que eu conheço mas posso ter esquecido alguém). Como piadista eu sou uma ótima blogueira. Ok, were we go.
UPDATE: As perguntas estão neste link. :)
foto:tumblr
1 - Uma música que te lembre a sua infância


Meu Deus que saudades eteeeeeernas dessa época e das primeiras temporadas de Pokémon ♥ Os de hoje são tão chatos que nhéé. Pikachu, Charmander, Chicorita e Cyndaquil são meus amores eternos ♥

2 - Uma música que você ache engraçada


Não sei o que é pior melhor: o clipe, a música ou a combinação dos dois juntos. Detalhe pra raposinha dançando perto do fim do clipe, é a coisa mais lindinha (do clipe, of course).

3 - Uma música que te faça dançar


Poderia colocar aqui centenas de músicas da Lady Gaga que foi o auge da minha época de solteira, há, mas preferi pôr o vício do momento.

4 - Uma música que você saiba a letra toda


Sei milhaaares de letras inteiras, mas quis escolher uma que dá um orgulho de dizer EU SEI A LETRA TODA INCLUSIVE A PARTE DO MIKE, OK BITCHES. Embora fiquei muito tentada com Faroeste Caboclo, do Legião e Nego Drama, dos Racionais (sim eu gosto de Racionais e demorei uma eternidade, mas sim eu sei a letra toda, hahaha) que recebem menções honrosas ♥

5 - A música com um dos seus solos preferidos


Não sou muito ligada em solos e essas coisas(até porque não entendo quase nada), mas a primeira música que veio em mente foi essa porque é amor ♥

6 - Uma música da sua banda preferida


Música preferida da minha banda preferida, Arctic, seus LINDOOOS <333 ♥ <3 ♥

7 - Uma música que você ame a letra


Eu AMO Nx Zero. Sério. Minha banda nacional preferida e não entendo todo o preconceito que existe ao redor deles. Whatever, eu AMO a letra dessa música, amo essa música e ♥. Posso passar o dia todo ouvindo que ainda vou amar pra sempre <3

Se vocês também fazem essa tag, deixem o link que quero ver as respostas de vocês :)


Me sigam nas redes sociais: Facebook - Twitter - Instagram 

.

21 de março de 2014

you're so naive yet so

Primeiramente, desculpem pelo sumiço. Não é falta de criatividade, nem de tempo e sim de vontade. Sério, nos últimos dias quero só deitar em baixo dos meus cobertores com meus seriados. E ficar lá.
Anyway.
Sonhei com uma época muuuutcho boa da minha adolescência em que essa música foi a trilha sonora e pronto, foi o que bastou pra nostalgia bater e eu passar o dia ouvindo ela.



The Kooks, seus lindos. Luke, seu amorzinho, sofrendo uma puta sacanagem no clipe (unidas socaremos a cara da loira sim ou claro?). Uma das músicas vício da minha juventude (frase de velha, but ok) e uma das minhas bandas favoritas. ♥

"I may say it was your fault
 Cause I know you could have done more"


Me sigam nas redes sociais: Facebook - Twitter - Instagram 

.

18 de março de 2014

diário de viagem: buenos aires #1

Eis o motivo do meu sumiço aqui do blog! Tava realizando uma das viagens dos meu sonhos: Buenos Aires, sua linda. E claro que a correria foi tanta que não deu tempo de deixar algum post programado, but ok. Enfim, falando sobre a viagem... Como toda a primeira vez de tudo, claro que a gente teve que tomar no c*. Primeiramente, a gente comprou um pacote de quatro dias e perdeu todo o primeiro porque a FILHA DE UMA &%$!&% da agência de viagem marcou o voo pras nove da noite e ainda fez a gente comprar dólares em notas de 100 porque lá ~todo mundo~ aceitava dólar. HAHAHAHA piadinha boa, voltamos com todos os dólares com que saímos porque o peso argentino tá muito desvalorizado e ninguém queria trocar e/ou aceitar. Mesmo com todos esses pequenos perrengues foi uma viagem boa, mas curta, não conheci metade do que eu queria, fizemos mais programas de turistas velhos, tipo city tour, tango, zoo e etc. Aqui as melhores fotos do nosso primeiro dia de turista na Argentina ♥
ex igreja do seu chico (ou o melhor papa da vida)

quem disse que é só o Brasil que tem problemas?
amo/sou fotografar detalhes
Casa Rosada: o governo argentino.
amo/sou fotografar placas também
a temida Bombonera (Monumental muito melhor e mais lindo e River ♥)
palácio do Aladin em Buenos Aires, hahaha
River, seu lindo ♥
Velho oeste na frente do estádio Monumental
it's tango, bitches


.

12 de março de 2014

my guilty pleasures

Vi essa listinha no blog She Loves Adventures e decidi fazer a minha. Guilty pleasures são aquelas coisas que a gente ama, mas são estranhas, vergonhosas, e que dá uma certa culpa de gostar disso, hahaha
Eu tenho muitos gostos estranhos, então pra mim não foi nada difícil elaborar essa lista :)

1- Programas/vídeos de animais
Pode não parecer um gosto tão estranho assim, mas eu posso passar horas, dias vendo vídeos de cachorros apenas sendo cachorros. Sempre que posso assisto o Missão Pet (Estopinha, sua linda, te amo) e chego a gravar os episódios de Clinica Animal (aquela do Dr. Pol) e fazer meu namorado assistir, mesmo que seja programa repetido, hahahaha É quase uma obsessão.

2- Filmes Gore
Com certeza o item mais nojento e talvez incompreensível. Gore é uma categoria nos filmes de terror onde tudo é exagerado e mostrado explicitamente: sangue, órgãos, tortura, nojeira, decomposição. Eu amo terror psicológico que me assuste, mas quase sinto um prazer mórbido de ver esse tipo, hahahaha.Uma das minhas maiores diversões é procurar pela internet afora as listas de filmes mais bizarros e baixar todos eles. Viu, não sou tão fofa quanto vocês esperavam, né? Aqui fica um trailer de um filme desse estilo, que eu ainda não vi, mas tô ansiosíssima pra baixar. Só assistam se tiverem estômago forte.

3- Saga Crepúsculo
Ok, concordo que os filmes são meio ruins e que cagaram tudo, ok. Mas gente, os livros ♥♥ acho que perdi a conta de quantas vezes li cada um, mas certeza que o recordista é o Lua Nova. Odeio essa gente que amava e que agora que a modinha é falar mal, o odeiam. Tenham personalidade, gente! Tenham opiniões próprias! Eu amo os livros, com certeza os lerei de novo em alguma época da minha vida e não tenho vergonha de falar e defender.
Leiam os livros! :)

4- Documentários de tragédias/seriais killers
Alguém ainda tem dúvida que eu sou meio mórbida? HAHAHA Sério, se eu tivesse nascido numa cidade mais perigosa e macabra, certeza que eu teria feito Justiça Criminal. Adoro ler/ver sobre esse assunto, acompanho váárias séries criminais e adoro histórias baseadas em fatos reais. Até me impressiono comigo mesma quando assisto alguns documentários e reconheço os assassinos por já ter lido sobre eles. Eu sei, sou estranha.

5-Total Eclipse of the Heart

Sério, somente Grey's Anatomy pra me viciar nessa música que é mais velha que a vida. Agora até ouvindo a versão antiga me lembro de Japril ♥ e me pego cantando essa música umas milhares de vezes ao dia, e sofro bulling do meu namorado por isso. É vergonhosa, mas é amor demaaaaaais <33

Me sigam nas redes sociais: Facebook - Twitter - Instagram 

.

10 de março de 2014

Uma carta para meu eu de dez anos atrás

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.  A idéia do tema surgiu de uma tag do blog da Paloma, o Hypeness.
foto: tumblr.

Olá você. Ou olá eu.

Achei que seria mais fácil começar uma carta sendo ela endereçada a mim mesma, mas vejo que não. Afinal, nós mudamos tanto nesses dez anos. Você aí com seus 14 anos, querendo logo ser adulta e eu aqui, nos meus 24 querendo muito voltar à melhor época da minha vida: a sua.
Pra ser sincera, não me lembro muito de você, fora alguns acontecimentos aleatórios. Como sua primeira decepção. A primeira de muitas, viu? Vai ficar se perguntando porque é tão difícil e porque nunca dá certo. Posso te dar uma dica?? Quando é o certo, é fácil, simplesmente acontece. Mas vai se preparando, serão muitos anos conhecendo sapos até achar seu príncipe. Mas ele vem.
Você sempre quis ser adulta, mas nunca abandonou seu lado criança. Sei que você ainda assiste desenhos todos os sábados de manhã enrolada no cobertor. Aproveite isso o máximo, os desenhos do futuro são chatos.
Você é tão contraditória... Pra certas coisas você é tão impulsiva e falando sem pensar, mas quando realmente precisa, você só pensa. Engolir sapos às vezes é necessário, algumas pessoas valem a pena. Mas não faça isso sempre. Guardar tudo dentro de si só faz mal a uma pessoa: você.
Aliás, você precisa confiar mais nas pessoas. Muita gente vai te machucar, mas isso só te fará crescer.
Você vai aprender a ser menos tímida e isso vai melhorar a sua vida. Acredite, falar com um desconhecido ou em voz alta na sala de aula será fácil. É só ter um pouquinho de auto confiança.
Vamos passar por tantas fases... Sei que você tem um poster do Slipknot do lado da sua cama e seu melhor trabalho do ano foi sobre o Nirvana. Seu bom gosto musical continua, embora tenha altos e baixos nesse tempo.
Aproveite o máximo possível o frio na barriga por cada lançamento de livro novo de Harry Potter, que eu sei que é sua saga preferida. Você não sabe o quanto sentirá falta disso.
Sei que você sofre por antecipação, e te aviso: continuamos assim até hoje. Se eu pudesse te dar o maior conselho, seria: relaxa garota. Você vai quebrar muito a cara, vai sofrer muito, mas passa. Por mais clichê que isso seja, sempre passa.
Você vai deixar de ser baixinha e se odiar por isso. E você vai criar curvas!! Poucas, mas vai.
Aproveite tudo que tem direito. Dance. Beba. Grite. Brigue. Ame. Chore. Ria. Essa é a melhor fase da sua vida e passa tão rápido que logo você vai querer ela de volta, assim como eu.

Na verdade, não vim aqui pra te dar conselhos, afinal tudo que você fez me tornou a pessoa que sou hoje. E eu te amo por isso.

Seja forte, garota. Crescer dói.


 Me sigam nas redes sociais: Facebook - Twitter - Instagram 

.

7 de março de 2014

7 on 7 (março)

Mais um mês de projetinho 7 on 7 e com uma integrante nova! Deem as boas vindas a Ianê, do blog Não Deixe pra Depois !  O tema desse mês foi comida, mas não exatamente comida, hahahaha. Mais como porcarias que a gente come, né. Tenho algumas fotos bem velhas nessa seleção porque algumas porcarias que eu comi ultimamente não são muito fotogênicas.
caixinha de chiclets mais fofa da vida ♥
sou muito apaixonada por amendoim salgado (e fiz uma composição muito legal com minha capinha do snoopy e a capinha de bolinhas do notebook. só que não)
quero colecionar todas as opções de caixinhas, pode? <3
meu maior vício ultimamente é Ruffles original com ketchup ♥ É muito amor, só que a batata com o ketchup não é nada fotogênica #sad
poucas balas de gelatina de um final de semana qualquer
foto velha, mas amo! docinho de natal
almoço nosso de cada ida ao shopping.

Não esqueçam de conferir as fotos das outras meninas do projeto :)
andressa ianê ♥ débora ♥ manu ♥ júlialaura


Me sigam nas redes sociais: Facebook - Twitter - Instagram 

.
Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo