31 de dezembro de 2013

Organização: Agenda


Eu não me considero uma pessoa muito organizada, mas desde quando eu saí da cada dos meus pais eu não consigo ficar sem agenda. Minha agenda é essencial para que meu ano siga sem grandes estragos. Além de compromissos, lembretes, contas e afins, ela é meio diário, pois eu escrevo coisas importantes que acontecem comigo, coloco fotos e um monte de coisa que ganho ou acho bonitinho e quando chega em Dezembro não cabe quase nada mais.
Eu sempre compro minha próxima agenda em Dezembro, pois antes de iniciar o novo ano eu já anoto datas especiais, compromissos, lembretes e vou personalizando-a. Este ano eu comprei a versão 2014 da minha agenda Eco Linea 2013, gostei tanto dela que não consegui comprar outra diferente, quando vi as joaninhas me apaixonei.

Como eu não tenho nenhum jeito especial para organizar a minha agenda vou apenas mostra-la aqui no Blog, tirei algumas fotos da agenda de 2013 e da 2014 para vocês verem como são lindas (ha ha ha).

  Eco Linea 2013

Eu tenho dó de tirar minhas figuras, mas estou começando usá-las para enfeitar minhas cartas.


A minha agenda de 2013 está quase toda preenchida, pois eu gosto de ir anotando tudo para não esquecer, eu escrevo de mais e quando vejo os espaços estão acabando antes que o ano termine. Fiquei feliz com a organização dela este ano, eu usei apenas canetinha vermelha e caneta azul o ano todo e ficou bem bonitinha e uniforme, espero que com a 2014 eu consiga fazer igual ou melhor.
Eu adoro joaninhas, quando vi a capa dela decorada com joaninhas me encantei, são tão linas, espero que elas deem sorte para o meu ano.

Ganhei esta flor do meu namorado e antes que ela morresse eu peguei as pétalas e grudei na capa para eu lembrar.

Eco Línea 2014. Ela veio com um calendário para recortar, depois mostro ele aqui, lindo também.

 
As folhinhas todas decoradas.

E aí gostaram? Espero que sim. Lembram que eu disse que era curiosa? Então, se vocês também fizeram postagem sobre a agenda de vocês, mandem o link nos comentários que eu com certeza vou olhar. Desejo um feliz ano novo, cheio de coisas boas e energias positivas, que este ano que está por vir seja tão bom ou melhor que 2013, lembrando que o sucesso dele somos nós que fazemos.
Beijos

Amannda Vitorino

28 de dezembro de 2013

christmas pictures

Minhas fotos não são tão lindas quanto os muitos tumblrs por aí, mesmo assim decidi compartilhar ♥


27 de dezembro de 2013

retrospectiva 2013: favoritos do ano

foto:tumblr

Post clássico de final de ano, né minha gente! Pra relembrar o que de melhor aconteceu nesse ano de 2013. Na vida pessoal, o que mais marcou esse ano foi ter começado a estudar inglês (AMO e não sei porque demorei tanto tempo pra começar), larguei o último emprego que eu tinha (fiquei muito indecisa na época, mas depois fiquei feliz porque acho sim, que foi a melhor decisão), comecei as aulas de CNH (e passei, pelo menos na teórica, né! haha ainda não fiz as práticas)... Enfim, foram os mais "importantes".
Ok, não é esse o objetivo do post e sim, mostrar meus favoritos desse ano.

Filme



Sou suspeita pra falar porque AMO Star Trek (embora ainda não consegui ver nem os filmes, nem a série antiga). E também, dos váááários filmes que vi esse ano, todos foram médios(tirando esse e Gravidade). Nada que me empolgasse (tá, ok, eu me empolguei com Cidade dos Ossos, mas logo desempolguei porque o filme é nhé) e contando expectativa e realidade, meu preferido foi Into Darkness (post aqui.)

Livro


Não precisei nem pensar duas vezes nessa categoria. Li muitos livros bons esse ano, mas nada me prendeu mais do que essa série AMOR ♥ da Cassandra Clare. Achei o primeiro livro bom, o segundo ok, mas gente, do terceiro em diante foi que a paixão eterna surgiu. Meu preferido até agora foi o terceiro, e estou quase sem unhas de tão ansiosa pra lançarem logo o sexto (e último?) livro da saga porque o quinto termina simplesmente TENSO, ok?

Série


Essa foi dificílima de escolher! Vi tanta série boa esse ano: Dexter, Hannibal, Breaking Bad, Without a Trace... Mesmo não vendo nenhuma delas até a series finale, foram séries que me conquistaram muito. Mas nada comparado a Criminal Minds. O vício é tanto, que parei TODOS os seriados que eu estava acompanhando (tô com tudo atrasado, daqui a pouco vou ter um colapso nervoso) e em poucas semanas, já consegui chegar na sexta temporada (a atual é a 9ª) e é DEMAIS. A série conta os casos da UAC (Unidade de Analise Comportamental) onde a principal função deles é, além do perfil do criminoso, é entrar em suas mentes. Além dos casos serem ótimos, os personagem são só amor. ♥ Um especial pro Dr. Spencer Reid que é daqueles personagens que faz a gente querer pegar no colo e falar que tudo vai ficar bem. Uma hora faço um post pra falar mais dessa série. ♥

Música



Antes mesmo de olhar qual tinha sido minha música mais ouvida no Last.fm (pra ver meu perfil, clique aqui.) eu já tinha decido que essa era a minha preferida do ano. Acho que já falei milhares de vezes o quanto o novo cd deles, o AM, tá f*** (não consigo pensar em outra expressão que demostre todo o meu amor e admiração) e essa é a mais mais do cd (e o clipe que, convenhamos, QUE CLIPE, MEUS AMIGOS!). Assistam e comprovem ♥

Blog


Tem três blogs sagrados que entro todo dia: A Series of Serendipity, o Vida Organizada e o Morando Sozinha. Desses, escolhi o blog da Fran como meu preferido por conseguir juntar quase tudo no mesmo lugar: fotos lindas (e fofas! ♥), decoração, organização, faça você mesma.... Até me empolgo quando ela conta suas idas a academia (meta pro novo ano: voltar pro meu peso antigo e lindo). Enfim, acho que todas as leitoras daqui também conhecem o blog e entendem o porque de ele ser meu escolhido.

5 posts mais acessados de 2013

Inspiração: Tatuagens de frases


Inspiração: Decoração de quartos com papel de parede


Meu caderno de Organização 2013


Destrua este diário #1


1 ano de blog + sorteio

O sorteio ainda tá rolando gente, ainda dá tempo de participar! :))


Não sou muito boa com retrospectivas, mas acho que era isso que eu queria passar pra vocês. Então, quais foram os seus favoritos esse ano?

P.S: Depois de anos e milênios (e todo mundo ter), finalmente tenho um perfil no Instagram. Pra quem quiser me seguir, clique aqui. :))

25 de dezembro de 2013

e o que você fez?


"Então é Natal... E o que você fez? O ano termina e nasce outra vez."

A cada final de ano essa música fica tocando a toda a hora. E sempre fica na cabeça. O que você fez nesse ano? Fez tudo o que queria fazer?
Eu amo essa época do ano. Tudo fica mais bonito, mais lindo, mais feliz. E apesar disso tudo, sempre tem a melancolia, a nostalgia. É a hora de pensar em tudo o que passou,e esperar boas novas para o que virá.

Nunca fico satisfeita. Sempre me parece que poderia ter feito mais, aproveitado mais, me divertido mais... E acho que é o que todo mundo pensa.

E o que eu desejo pra vocês tanto nesse Natal, quanto no ano que virá? MAIS. 
Mais amor, mais paz, mais saúde, mais felicidade, mais paixão, mais dinheiro (porque não?), mais olhar pra frente, mais pensamentos positivos, mais mais mais mais.

Um Feliz Natal pra vocês e tudo de bom que a vida possa dar.


P.s.: Depois de anos, têm layout novo e estou apaixonada. Quero saber se vocês gostaram tanto quanto eu! <3


24 de dezembro de 2013

Dica: Embrulho de Natal


Dezembro para mim sempre é um mês cheio de inspiração, esse ano eu não estou tão inspirada, mas eu não podia deixar de fazer algo, mesmo que seja simples. Não tive muito tempo para preparar enfeites e embrulhos para presentes, mas teve um especial que eu não resisti e tive que enfeitá-lo. Comprei ele há um mês e só agora tive tempo de embrulhá-lo. Vou mostrar de uma forma básica o que eu fiz, ficou simples, mas acho que a pessoa que vai recebê-lo vai gostar.Não posso contar o que tem dentro do envelope e nem para quem é, pois é surpresa, mas prometo que depois do Natal eu mostro.
Bom, espero que vocês gostem e se inspirem, é fácil, rápido e só gastei para comprar o papel de presente. Para fazer o embrulho eu usei tesoura, cola, régua, um envelope grande de papel, um pedaço de barbante e uma etiqueta. Como achei simples de mais, não fiz o passo a passo, mas se tiverem alguma dúvida fiquem a vontade para perguntar, ta bom?
Primeiro eu imprimi etiquetas de Natal, elas estão disponíveis neste link, recortei e montei para pendurar no embrulho.



Depois que as etiquetas estavam prontas eu desenhei uma árvore de Natal em um papel de presente (Eu desenho super mal, então imaginem que isso é uma árvore), colei a árvore de papel em um envelope grande e dependurei a etiqueta com um barbante vermelho no envelope e pronto. É um embrulho diferente e prático.



Espero que tenham gostado e que isso inspire vocês a criar lindos embrulhos. Não sei se você sabem, mas eu sou uma pessoa muito curiosa, então se vocês fizerem embrulhos ou enfeites de Natal mandem no meu e-mail (amanndacruz@gmail.com) vou adorar ver. Deixem a criatividade transbordar em vocês neste final de ano!

Ei, amanhã é Natal! Desejo a vocês um Natal cheio de amor, alegria para vocês e suas famílias. Que neste, assim como os outros, vocês lembrem o verdadeiro significado do Natal e não se esqueçam de parabenizar o aniversariante deste dia. Feliz Natal!

Beijos
Amannda Vitorino

20 de dezembro de 2013

Texto: Sobre crescer


Finalmente o desejo de crescer se realiza. A vontade de sair de casa e enfrentar o mundo sozinha vai diminuindo e voltar a ser criança se torna seu maior sonho, aquele que mesmo sabendo ser impossível você nunca irá esquecê-lo. As coisas mudam tão rápido que às vezes você nem irá saber quem realmente é e nem porque está ali. 
Chega à hora de decidirmos o que fazer de nossas vidas, a solidão deixa de ser apenas uma palavra e passa a ser rotina. Algumas coisas que você não entedia antes passam a ter sentido, começamos entender que liberdade não quer dizer sair da casa dos pais. Seus amigos com o tempo vão se tornando apenas conhecidos e vai chegar uma hora que eles nem se lembrarão da sua existência. As coisas e as pessoas que você acreditava serem eternas passam a ser efêmeras, com uma data de chegada e outra de partida.
Aprendemos a dizer adeus, ou pelo menos vivemos tentando aprender, pois começamos a entender que todos um dia irão partir. O tabu “Felizes para sempre” é afogado em tempestades de lágrimas derramadas no travesseiro e depois de muitos tombos deixamos de acreditar em contos de fadas, enfim trocamos os livros com figuras por livros mais objetivos e que nãos nos façam criar ilusões. Mudamos a aparência, mudamos as manias, vamos aprendendo com nossas derrotas e vibramos com nossas vitórias, porém sozinhos. No mundo dos adultos é cada um por si e Deus por todos. Descobrimos que amor não tem nada haver com o que nós conhecíamos sobre ele e que amar pode ser mais complicado do que esperamos. Os sorrisos se tornam cada vez mais raros, o que era nosso motivo de alegria antes, agora é apenas “coisa de criança”. Passamos noites em claro, nos preocupamos… É, nós crescemos.                                 
                                                                        Amannda Vitorino

18 de dezembro de 2013

o oceano no fim do caminho - neil gaiman

Sinopse: Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino.

Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.



Mesmo não sabendo muito bem o que escrever sobre esse livro, estou aqui pra tentar contar um pouco das minhas percepções. 
Bom, o narrador, hoje nos seus 40 e poucos anos, volta a cidade natal para o velória de um parente (não sabemos qual parente, tampouco o nome do narrador, que não é mencionado no livro). Como a casa onde cresceu foi destruída, ele resolve ir até a casa onde passou os momentos mais marcantes da sua infância: a casa das mulheres Hempstock. Ali, ele revive toda a aventura que viveu há anos atrás.

O narrador, lá na sua infância, é um garoto tímido que passa a maior parte do seu tempo no mundo da leitura. Seus amigos são os livros. Depois da morte do seu gatinho (talvez o único amigo além dos livros) e o suicídio do minerador de opala, a escuridão tomou conta do lugar. Ao conhecer a sua mais nova amiga, Lettie Hempstock, eles lutam juntos contra as forças obscuras que os cercam.


"Livros eram mais confiáveis que pessoas, de qualquer forma."

Quando ouvi falar desse livro, com toda a divulgação e a capa que é linda, confesso que eu não esperava um livro de fantasia. A sensação que fica é que, apesar de fantasiosa, toda a história, os acontecimentos e as "coisas" descritas no livro, têm uma explicação, mesmo que a gente não consiga ver. A fantasia e a inocência de ser criança, que a gente perde com o tempo, esse livro traz de volta.
O final, sem explicação nenhuma, faz o leitor ficar se perguntando: será que realmente tudo aconteceu, ou foi só a imaginação de um menino de sete anos que fez tudo parecer do jeito que foi contado?
Eu recomendo o livro . A história é ótima e me fez reviver bons tempos do meu passado.


Editora: Intrínseca  ISBN: 9788580573688


17 de dezembro de 2013

Dois minutos de loucura: Clarice Falcão


Não precisa procurar muito para ouvir a voz doce e graciosa da Clarice Falcão, esse ano ele estourou tanto na TV, quanto nas rádios. Conheço o trabalho da Clarice há dois anos, quase três, não me lembro como foi o nosso encontro e nem quando eu me apaixonei, mas sei que esse amor ainda está presente em mim e fiquei muito feliz quando vi que seu trabalho estava sendo reconhecido e admirado por muitos. Hoje de manhã no caminho para o trabalho resolvi escutar a minha seleção de músicas dela para encantar meu dia e isso me inspirou a escrever esse post.
O jeitinho meigo e psicopata dela revela no fundo tudo o que nós um dia pensamos e imaginamos em dizer ou fazer de um modo engraçado. Todas as suas músicas são intensamente românticas e despertam o lado louco do amor. Quem nunca pensou em se atirar pela janela do oitavo andar, ou coisa assim, quando o cara que você ainda amava te deixou? E claro, deu meia volta e foi comer uma torta inteira de amora no jantar. Quem nunca gostou tanto de alguém que a cada cinco palavras ditas, seis eram sobre ele, como a música “Monomania”, onde todas as músicas que ela escrevia só falavam sobre ele, mesmo ela não querendo.



A Clarice trouxe um jeito diferente de música para o Brasil, esse jeito psicopata, engraçado e romântico é usado por alguns artistas estrangeiros, mas das artistas brasileiras que eu conheço só ela se encaixa perfeitamente neste modo de cantar e compor. O mais lindo de tudo é o jeitinho que ela interpreta suas canções, suas caretas e expressões passam uma sensibilidade e um toque mágico para elas, deixando-nos cada vez mais encantados.



Espero que vocês tenham gostado de saber um pouco da minha visão em relação a Clarice Falcão, gostaria muito de dicas de artistas de músicas que vocês gostam de escutar, principalmente quando vão para escola, trabalho, faculdade e afins. Bom, por hoje é só. Quem ainda não conhecia a Clarice, não percam tempo e escutem, vocês vão se encantar eu juro. Até a próxima!
Beijos
                                                                                                                     Amannda Vitorino

13 de dezembro de 2013

destrua esse diário #2

fure esta página com um lápis - meu squirtle super feinho e bem pouco furadinho também, hehe

cubra essa página com materiais de escritório - realmente, eu só tinha os post-its, resolvi incrementá-los com os nomes das minhas músicas favoritas ♥

cole uma página de jornal qualquer - escolhi uma crônica ótima de um jornal dominical daqui que fala sobre o nosso receio em se entregar

escreva sem se preocupar agora - apenas minhas duas músicas favoritas do novo cd do Arctic Monkeys, AM: R U Mine e Do I Wanna Know <33

encha esta página de fita adesiva - minhas decotapes :)

esconda uma mensagem secreta em algum lugar deste livro - né

suba bem alto e deixe o diário cair - sim, eu joguei ele da janela, hahaha

e o dó de ver ele jogado na terra, =(

Ainda sem "destruir" muito, quase morri quando joguei ele da janela e caiu bem na página do Sparky e ele ficou sujo de terra, hahahaha (sim, tenho problemas). E aí, curtiram??

11 de dezembro de 2013

meu desafio literário 2014

Vi inúmeros posts blogosfera afora de desafios literários para 2014. Arrumando a estante essa semana, separei os livros ainda não lidos e quase caí da cama. Tenho um total de 39 TRINTA E NOVE livros não lidos. Sério. Quase morri em choque. E resolvi fazer meu próprio desafio literário, que é ler pelo menos 12 desses livros (um por mês). Mas isso é o mínimo dos mínimos. Sou muito consumista em relação a livros e com as promoções loucas, mas nunca tinha parado pra fazer essa conta. O desafio correto seria não comprar mais nada antes de ler tudo, mas né, QUEM AGUENTA??
Separei os livros que AINDA não li, e que estão nesse desafio, pra mostrar pra vocêis.

meus 39 livros não lidos =(


Deixe a Neve Cair foi um dos últimos livros que comprei (alou Black Friday) então, não tá tão atrasado assim. Cinquenta Tons de Liberdade eu li um pedaço mas é so boring que larguei, buuuuuuuut, li os dois primeiros, pelo menos preciso saber o final da chatice, né não? E a coleção Eragon, Eldest e Brisingr também é complicado porque o primeiro livro tem filme e eu já assisti, e quando isso acontece, nem pelos céus eu consigo engrenar no livro.


O pocket box de As Crônicas de Gelo e Fogo quero ler antes de ver a série, mas só de ver o tamanho dos livros já dá aquela agonia louca.


Minha vida literária só será completa quando eu finalizar a leitura de O Senhor dos Anéis =( Comecei a ler ele uns dias antes de sair o primeiro filme por aqui e o livro é tão grande e tão complexo e tão ruim de segurar que eu desisti e fui ver os filmes #shame. Sex and the City foi outro que comecei e parei. Depois de ler os dois primeiros da Candace, eu tava LOUCA pra comprar ele, e, quando consegui que vi que ele era totalmente diferente dos dois primeiros e escrito em crônicas... NHÉ.
A Batalha do Apocalipse comprei numa promoção louca também e até hoje não dei a devida atenção. O Milagre foi presente do boy ♥, mas não gosto muito de romance mimimi então ainda não me empolguei com ele. E A Estrada da Noite pareceu ser ótimo, só ainda não tive tempo.


A coleção da Meg linda ainda não sei o porque não comecei. E a saga Os Imortais até comecei a ler o primeiro mas também achei mimimi, a leitura não engrenou e resolvi deixar pra lá.


Agatha Christie amo/sou e certeza que são os que vão me prender mais (adoro livros suspense/terror/policial) e sempre a amei <3. Marley e Eu, amo e choro tanto com o filme que precisei comprar o livro (agora só preciso ler, rs). O Ladrão de Raios também é aquela velha história de ter visto o filme antes e por isso não engrenar na leitura #sad. Formaturas Infernais na verdade é um livro de contos de terror, e, pra não ser injusta eu já li mais que a metade. Mini Becky Bloom não sei se poderia incluir nessa lista já que sou louca pra ler tudo da Sophie, mas ainda não tenho os outros títulos da série. E, finalmente, Mais Pesado que o Céu que é a biografia do lindo Kurt ♥ e dispensa apresentações.


O Lado Bom da Vida parece ser tão amoooor ♥ e definitivamente, eu preciso lê-lo antes de ver o filme. O Preço de Uma Lição é um livro meio nhé (adoro usar a expressão NHÉ). Também o comprei em uma promoção (sem ler a sinopse) e achei que era outra coisa. Até comecei a ler, mas que surpresa não engrenou. Feita de Fumaça e Osso já li váááárias resenhas positivas, só me faltou tempo mesmo. A Seleção também comecei a ler e não me lembro que livro que comprei logo depois que eu PRECISAVA ler (acho que foi da série Instrumentos Mortais) aí parei e ele ficou esquecido, tadinho.
Divergente também comprei na Black Friday e quero ler ele o quanto antes porque logo logo o filme lança e aí já viram né?? O Oceano no Fim do Caminho é o livro que eu estou lendo no momento (o momento já faz um mês). Sério, faz um tempão que estou com esse livro na mão, mas não rende. Não pelo livro ser ruim (pelo contrário, a história é ótima), mas sim porque: 1) tô fazendo aula teórica da auto escola e essa chatice me toma todas as tardes e 2) viciei de um jeito em Criminal Minds que abandonei tudo e só ela toma todo o meu tempo livre.
E, A Garota que eu Quero. Diferente de 90% da população mundial, eu não curti tanto assim A Menina que Roubava Livros (obra desse mesmo autor) e se fosse só pelo autor, não leria de jeito nenhum (olha o bullying). Mas a sinopse foi legal e a história parece ser boa, e era uma promoçãozinha também, hahahaha.

Como vocês devem ter percebido nesse meu longo relato, mais da metade desses livros já foi começado e abandonado logo depois, algo que eu preciso mesmo mudar, e essa é minha primeira resolução de ano novo, hahaha. Vou postando meus avanços e resenhas do desafio por aqui. E, me desejem sorte! :)

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo